quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

sem título hoje

Uh... estou passando por uma extensa crise difuso-emocional (tipo, inventei esse nome agora). Acho que é porque faziam longos 3 meses que eu não tinha nada dessas coisas de mulherzinha. O fato é que: preciso me lembrar de não assistir NADA em períodos assim. Hoje de manhã chorei horrores assistindo um episódio de um seriado. E a tarde um filme (Juno, que gostei bastante aliás).
Ambos abordam sobre crianças e talz, ultimamente isso me deixa muito muito emocional.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

O vendedor

Já falei do quanto eu adoro ir comprar tinta de cabelo na loja de cosméticos? Já sou até cliente especial!! Sem contar que é uma das pouquíssimas lojas que tem um vendedor gatinho. E que não é viadinho. Não sei porque, mas toda vez que chego lá ele já separa a água oxigenada, e agora já está até separando a tinta, porque eu parei de mudar de cor né. Gosto dele porque ele estaciona o carro pra mim (não que eu não consiga, mas aquela coisa, eu paro o carro atrás de alguma velha que não sabe aproveitar vaga, e qdo ela sai ele vai lá e arruma o carro) e tb n fica dando dicas, vendedoras mulheres são metidas a entender de cabelo, principalmente de tinta, e eu odeio palpite.

Carnaval...

Alguns procuram beber até cair, outros procuram encontrar um amor... Bom, a única coisa que eu descobri no carnaval é que eu não nasci pra casar.
Estranho, mas verdadeiro. Ir "comprometida", juntamente com o cara passar o carnaval, fez com que meu récorde de duas semanas caísse para dois dias... Em dois dias eu consegui enjoar plenamente de um cara. Mereço?